Os primeiros passos

Manuel Rui Azinhais Nabeiro é natural de Campo Maior, terra do alto Alentejo. Nasceu a 28 de março de 1931, no seio de uma família humilde. Desde cedo aprendeu a lidar com a adversidade. Aos 12 anos começou a trabalhar, ajudava a mãe numa pequena mercearia, o pai e os tios na torra do café, numa época em que se sentiam os efeitos nefastos da guerra civil em Espanha.

Começou muito jovem a trabalhar na torrefação de café da família. Rui Nabeiro tinha apenas 19 anos quando assumiu a direção da Torrefacção Camelo, Lda.

O espírito empreendedor e a forte ética de trabalho estiveram sempre presentes nos momentos decisivos da sua vida.
Em 1961 criou a Delta Cafés, dando origem a um grupo empresarial que hoje lidera o mercado dos cafés em Portugal e em forte expansão nos mercados internacionais. Passados poucos meses da sua fundação, a marca Delta era distribuída em todo o país, abrindo um entreposto comercial em Lisboa, em 1963 e outro no Porto, em 1964.

Com uma visão futurista, provida de ambição, fundou a Novadelta no ano de 1982 e dois anos mais tarde criou a maior fábrica de torrefação da Península Ibérica, existente na época.

O Comendador Rui Nabeiro sempre se esforçou por acompanhar os que lhe estão por perto. Com os recursos de que dispôs nas diferentes etapas da sua vida, apoiou e continua a contribuir para o bem-estar de muitos.
O Grupo Nabeiro – Delta Cafés nasce em 1988. Conta, atualmente, com mais de duas dezenas de empresas e com intervenção direta em áreas tão diversas como Alimentação e Bebidas, Imobiliário, Indústria e Serviços, Distribuição e Turismo e Restauração.

Reconhecimento

Antes do 25 de abril de 1974, por duas vezes, Rui Nabeiro foi nomeado presidente da Câmara Municipal de Campo Maior em 1962 e em 1972. Voltaria a exercer o cargo em 1977, então por sufrágio universal, sendo reeleito duas vezes e mantendo-se no cargo até 1986.

Em reconhecimento ao mérito empresarial de Rui Nabeiro, foi-lhe atribuído o grau de Comendador da Ordem Civil do Mérito Agrícola, Industrial e Comercial – Classe Industrial, pelo Presidente da República Mário Soares, a 9 de junho de 1995.
A 5 de Janeiro de 2006 foi novamente distinguido, desta vez como Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.

É doutor Honoris Causa pela Universidade de Évora, que em 2009 instituiu a Cátedra Rui Nabeiro, destinada à promoção da investigação do ensino e da divulgação científica na área da biodiversidade.
Ainda no ano de 2009, o Comendador Rui Nabeiro recebeu uma das maiores distinções atribuídas pelo país vizinho. Por indicação do Rei de Espanha, foi honrado com a notável insígnia – A Comenda da Ordem de Isabel a Católica. Um ano depois foi nomeado Cônsul Honorário de Espanha, com jurisdição nos distritos de Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja.
Seguiu-se em 2012 novo doutoramento Honoris Causa em Ciências Políticas, atribuído pela Universidade Lusófona.

A Concretização do Sonho

Rui Nabeiro é considerado um dos grandes empresários portugueses, de sucesso notável no panorama económico nacional. É igualmente reconhecido como um caso sério de envolvimento humanitário e de responsabilidade social.

Ao longo do percurso e expansão da Delta Cafés, Rui Nabeiro nunca descurou a sua vertente profundamente social, que faz com que a sua obra tenha a classificação de Empresa de Rosto Humano.

Hoje, mais de meio século após a fundação da Delta Cafés, o grupo empresarial liderado por Manuel Rui Azinhais Nabeiro emprega cerca de 3.800 colaboradores e estende-se por vários pontos do mundo.